Grupo Witzler Engenharia
+55 14 3223-8722

Fabricante de Torres

O projeto completo de uma estrutura em aço para uma obra é dividido em três etapas: projeto de engenharia; projeto de fabricação e projeto de montagem (Dias, 1997).

Iremos abordar a vivência de empresas fabricantes de torres para telecomunicação.

A Associação brasileira de normas técnicas (2007, item 12) define os procedimentos e requisitos básicos para a fabricação, montagem e para o controle da qualidade de estruturas metálicas de aço. Essa norma está dividida em 4 itens representado na figura 1 abaixo. Nesse assunto o item 12.2 da norma descreve as especificações que precedem para iniciar um procedimento para fabricação de torres de telecomunicação.

Itens norma 8800

Figura 1 – Subdivisão da NBR 8800

Na fabricação de torres, há um processo industrializado para produzir os componentes estruturais. O sistema mecânico e a racionalização do processo da fabricação possibilitam ganhos de produtividade, prazos, custos e menor desperdício de material (DIAS, 1997).

No processo de fabricação das estruturas metálicas o primeiro trabalho consiste em obter as especificações e desenhos feitos pela engenharia. A figura a seguir apresenta, por exemplo, um projeto de engenharia para torres estaiadas.

A fabricação de torres estaiadas tem como processo inicial o recebimento por parte do setor da engenharia, o projeto com as especificações e detalhamentos. A engenharia é responsável pelos estudos, pelas determinações de tipo de material, todo o projeto de engenharia, projeto de fabricação e o projeto de montagem.

Figura 2 - Projeto de torre estaiada

Figura 2 – Projeto de torre estaiada

Uma fábrica de torres para telecomunicações tem as etapas do processo bem definido. A empresa trabalha um único tipo de material, o aço estrutural, e dentro do processo pode executar várias operações ao mesmo tempo como corte, dobra, soldagem, pintura, etc.

Durante o fluxo dentro da fábrica o aço passa por uma série de operações. A matéria prima entra no processo de fabricação das torres como chapas planas ou perfis laminados e sai como estruturas pré-montadas. A figura a seguir apresenta, por exemplo, a fabricação de torres autoportantes. Recebe-se o material, armazena-se no estoque, recebe um processo de fabricação e é repassado para o setor de expedição.

Figura 3 - Estoque e fabricação de torres autoportantes

Figura 3 – Estoque e fabricação de torres autoportantes

Dessa forma, o processo de fabricação de torres metálicas do sistema Witzler estabelece-se conforme a figura a seguir. A conscientização do processo, o controle das atividades, as inspeções de qualidade e a nossa longa experiência no setor somam-se para uma história de eficácia em torres de telecomunicação. Assim, essas operações podem ser separadas, de uma maneira geral apresentados pela figura a seguir, nos seguintes setores: suprimento de matéria prima (estoque); setor de corte e manuseio do material; soldagem; pintura e acabamento; pré-montagem e, por fim, expedição.

Figura 4 - Projeto até a entrega do produto

Figura 4 – Projeto até a entrega do produto

***Dias, L. A. (1997). Estruturas de aço: conceitos, técnicas e linguagem. São Paulo: Zigurate Editora.

Deixe uma resposta

Últimas Postagens

Nosso endereço

Rua Iracema Candido Posca
nº1-110 CEP: 17064-864
Distrito Industrial III - Bauru - SP
Telefone: (014) 3223-8722

Nossa Missão

“Garantir a implantação da melhor solução de engenharia, para os recursos e prazos definidos no plano de negócio de nosso cliente, por meio de praticas sustentáveis em conformidade com a ética Cristã.”