5 fatos sobre o Mercado Livre de Energia e seus benefícios

5 fatos sobre o mercado livre e seus benefícios

Independente do ramo ou do tamanho de uma empresa, todas elas são dependentes de um fator em comum: a energia elétrica. Seja em pequena, média ou larga escala, as companhias necessitam de energia para o fornecimento de luz, internet, funcionamento de equipamentos e, no caso de fábricas, para a operação de máquinas.

Justamente pela diversidade de demandas, em 1995, a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) fundou o Mercado Livre de Energia. Também chamado de Ambiente de Contratação Livre (ACL), ele consiste na livre negociação entre consumidores e geradores ou comercializadores de energia.

Se ainda não conhece a modalidade, elencamos 5 curiosidades sobre o Mercado Livre e como ele pode garantir economias para a sua empresa. Confira a seguir: 

ícone de uma régua

1. De acordo com a sua necessidade

Diferentemente do Mercado Regulado, no qual os consumidores não podem escolher seus fornecedores de energia, no Mercado Livre é possível comprar energia diretamente dos geradores ou comercializadores. 

Assim, podem ser selecionados detalhes que vão desde a empresa fornecedora até o preço que se quer pagar e o período de contratação desejado.

Sendo assim, com um maior poder de escolha na hora da contratação é possível adequar-se ao perfil de consumo de cada negócio. Essa particularidade traz vantagens, especialmente, no âmbito financeiro.

ícone de dinheiro

2. Previsibilidade de custos

Ao poder negociar sua energia com antecedência no Mercado Livre, as empresas conseguem fazer uma previsão de orçamento! Isso ocorre porque, uma vez estabelecidos em contratos, os preços não ficam mais sujeitos às oscilações de reajustes do mercado regulado e mudanças das bandeiras tarifárias. 

Além disso, é possível assegurar a compra de energia no curto, médio e longo prazo, já prevendo as despesas com energia no período do contrato, o que facilita a gestão financeira.

ícone de dinheiro

3. Economia 

Ainda, além da previsibilidade e de permitir a adequação do contrato ao consumo, o Mercado Livre é bastante diversificado entre geradores e comercializadores. A competitividade impacta diretamente na redução de preços e no aumento da eficiência pelos parceiros comerciais. 

Para se ter uma ideia, de acordo com o último boletim da Associação Brasileira Dos Comercializadores De Energia (ABRACEEL), o Brasil tem hoje 33% da sua energia elétrica consumida no mercado livre. E, até 2019, essa modalidade já tinha garantido uma economia de mais de 200 bilhões de reais aos seus consumidores!  

Ícone de uma Lâmpada com setas em volta, simbolizando sustentabilidade

4. Em dia com o meio ambiente 

No ACL, devido à possibilidade de escolher seu fornecedor, os consumidores podem optar por geradores de energia renovável, diminuindo assim a emissão de gases de efeito estufa.

Por isso, atualmente, 47% da geração de energia das fontes renováveis incentivadas é realizada justamente para atender o Mercado Livre! 

ícone de 3 trabalhadores, um atrás do outro em formato de ícone

5. Especialistas cuidam de tudo  

No Mercado Livre, o consumidor tem duas possibilidades: tornar-se um agente da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) ou ser representado por um comercializador varejista.

Contudo, devido ao excesso de burocracia e exposição aos riscos – especialmente no mercado de curto prazo – a figura do comercializador é importante. De acordo com a ABRACEEL, neste mês, 65% do volume transacionado no mercado livre é realizado pelas comercializadoras.

Migre agora para o Mercado Livre de Energia com a Witzler. Clique no botão abaixo e fale conosco.

Energia barata, limpa e segura é Witzler.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.