Boletim Semanal de Energia de 01 a 08 de Junho

wiztler_energia_boletim_semanal

Destaques da Semana

  • Seca no Sul já afeta 18 hidrelétricas, afirma ONS.

A severa estiagem no Sul resultou na paralisação, ou geração intermitente, de 18 usinas hidrelétricas nas duas principais bacias da região, Iguaçu e Uruguai. A operação dos reservatórios tem sido feita apenas para atendimento de restrições ambientais ou de outros usos d’água. Tais informações foram discutidas durante a 9ª reunião da Sala de Crise da Região Sul, realizada na última quinta-feira, 04/6, com o objetivo de avaliar os impactos da situação hidrológica deste subsistema, e buscar soluções para a operação energética da região.

Durante o encontro, recomendou-se a manutenção do teste de redução da defluência mínima da Usina Hidrelétrica Foz do Chapecó, no rio Uruguai, para 150m³/s. Tal valor será praticado, ao menos, até 18 de junho, quando haverá nova reunião para reavaliação do tema.

Fonte: Canal Energia.

Aneel apresenta contribuições dos agentes à Conta Covid.

A ANEEL publicou na última terça-feira, 02/6, as contribuições recebidas no âmbito da Consulta Pública 035/2020, instaurada para discutir e receber subsídios dos agentes e da sociedade em geral em relação à regulação da Conta Covid.

De modo geral, as distribuidoras contribuíram de modo mais técnico, entrando em detalhes acerca da regulação e da Conta Covid, como era esperado. Já associações e conselhos de consumidores exaltaram preocupações acerca da transparência em relação às informações relacionadas a nível de faturamento e arrecadação das distribuidoras, temendo um impacto muito severo para seus representados.

Outras preocupações levantadas pelos agentes versam sobre transferência de ônus aos consumidores com inadimplência e fraudes, além de sugestões como a da Associação Brasileira dos Distribuidores de Energia (Abradee), para que a Conta Covid tenha maior flexibilidade, caso se identifique a necessidade de novas tranches de empréstimos, caso haja eventual agravamento da situação.

Fonte: Canal Energia.

Balanço Energético do Sistema Interligado Nacional (SIN)

Durante a semana operativa em análise, tivemos elevação nas condições de vento e, consequentemente, aumento na geração eólica do Nordeste, em comparação à semana anterior. Tal fonte foi responsável por cerca de 40% do atendimento da carga deste subsistema, em média.

Já no Sul, 78% de sua carga segue sendo atendida por intercâmbio do Norte e do Sudeste.

Balanço energetico; witzler energia; mercado livre de energia; energia eletrica;
Figura 1 – Balanço Energético e intercâmbio de energia (Fonte: ONS)
Balanco energetico; wiztler energia; energia eletrica; ons
Figura 2 – Balanço Energético (Fonte:ONS)

Situação Hidrológica do Sistema Interligado Nacional

Níveis de Armazenamento

Nos primeiros dias de junho, percebemos uma elevação nos níveis de armazenamento apenas no Sul, com 0,4%.

A queda nas demais regiões reflete a continuidade do período seco no Brasil, que vai de maio a outubro, basicamente.

Situação Hidrológica do Sistema Interligado Nacional; hidrologia; energia; mercado livre de energia; Witzler energia.
Figura 3 – Níveis de Armazenamento nos Reservatórios do SIN (Fonte: ONS)
Situação Hidrológica do Sistema Interligado Nacional; hidrologia; energia; mercado livre de energia; Witzler energia; tabela níveis de armazenamento Junho 2020
Tabela 1 – Acompanhamento dos Reservatórios do SIN (Fonte: ONS)
Energia Natural Afluente (ENA)

De modo geral, as condições do SIN são melhores que as do ano passado. Infelizmente, ainda não houve uma resposta mais robusta das condições de chuvas no Sul. Apesar da última frente ter trazido boas chuvas, ainda é necessário um volume bem mais representativo.

Chuva, Situação Hidrológica do Sistema Interligado Nacional; hidrologia; energia; mercado livre de energia; Witzler energia; meteriologia
Figura 4 – Trajetórias dos níveis de armazenamento por subsistema do SIN. (Fonte: ONS)
Chuva, Situação Hidrológica do Sistema Interligado Nacional; hidrologia; energia; mercado livre de energia; Witzler energia; meteriologia
Tabela 2 – Previsões de Energia Natural Afluente mensais para a RV1 do PMO de junho (Fonte: ONS)

Na Tabela 2, temos as previsões de ENA para a semana operativa de 06 a 12 de junho. Para a próxima semana, as previsões de ENA indicaram um cenário um pouco mais baixo no Sudeste.

Os Preços de Liquidação de Diferenças (PLD) para a próxima semana operativa são dados na tabela a seguir. Como Nordeste e Norte contam com uma condição de armazenamento bem superior aos demais subsistemas, e sendo o Norte o maior exportador de energia do SIN, inclusive no limite da capacidade de intercâmbio, há o descolamento de preços entre Sudeste/Sul e Nordeste/Norte.

PLD; energia; mercado livre de energia; Witzler energia; meteriologia; SIN
Tabela 3 – PLDs para a primeira semana operativa de Junho /2020 (Fonte: CCEE)
Carga de Energia

O impacto da crise sanitária no consumo de energia tem sido material ao longo do ano, como pode ser visto nos gráficos a seguir. Em relação ao mês de maio, nota-se uma tendência de elevação na carga do SIN em junho.

Para a semana que vem, o ONS já elevou a previsão da carga para o SE/CO em 651 MWm (em torno de 2%).

Ao longo do mês, poderemos acompanhar o impacto na carga da flexibilização das medidas de isolamento social, e volta à operação de indústrias e comércio, como shoppings centers.

Carga de Energia; previsão de carga energia; isolamento social; impacto da crise; energia elétrica;
Figura 5 – Acompanhamento da carga nos submercados do SIN. (Fonte: ONS)

Mercado e Preços

Com as perspectivas de chuvas no Sul nos próximos dias, percebemos uma oscilação forte no mercado no decorrer desta semana. De segunda até quinta, a tendência predominante foi de queda, nos produtos com entrega em 2020.

Porém, como ainda não tivemos reflexo em termos de ENA, na sexta-feira (05/6), houve reversão da tendência. A elevação do PLD para a semana que vem causa um impacto nos preços para junho, mas, também, pela especulação dos agentes, influenciou os demais produtos.

Figura 6 – Curva de Preços de para Energia Convencional. (Fonte: Exponencial Energia)

Novamente, não foi notado um impacto mais sensível nos preços de longo prazo, em especial, dos produtos com início de entrega de 2022 em diante. Conforme temos reportado, esperamos eventuais variações mais significativas ao longo dos próximos meses, à medida em que nos aproximarmos do próximo período chuvoso.

Figura 7 – Curva de Preços para Energia de Fonte Incentivada com 50% de desconto na TUSD/TUST. (Fonte: Exponencial Energia)

Considerações

Com uma queda nas expectativas de ENA no Sudeste, houve nova elevação do PLD para a próxima semana operativa.

Entretanto, é importante frisar que a maior parte das previsões indicam a possibilidade de termos boas chuvas no Sul do Brasil, o que pode impactar a ENA na região.

Contudo, tais previsões ainda não se refletiram nas previsões de ENA do ONS, as quais contam com uma metodologia de remoção de viés que, em muitos casos, acaba fazendo com que os valores previstos sejam mais conservadores.

A volatilidade do mercado se concentra nos preços com entrega ao longo de 2020, sem um impacto mais sensível, ainda, nos preços de longo prazo.

Icone | Witzler Energia | Mercado Livre de Energia

Por Witzler | Energia

A Witzler | energia é uma plataforma de soluções energéticas. Temos como objetivo oferecer a solução completa, atuando em toda a cadeia energética, através da prestação de serviços de inteligência, comercialização, geração e soluções em energia.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Gostaria de entender mais a fundo?

Conte com nosso time de profissionais com anos de experiência no mercado de energia. Entre em contato conosco e vamos conversar mais sobre esse assunto

*Campos Obrigatórios