Boletim Semanal de Energia de 09 a 15 de Junho

Boletim Semanal de Energia Elétrica

Destaques da Semana

Consumo de eletricidade no Brasil recua 11% em maio com impacto de isolamento, diz CCEE.

De acordo com a CCEE, o consumo de energia elétrica no Brasil teve um recuo de 11% em maio último, quando comparado ao mesmo mês do ano anterior. Tal efeito, como de conhecimento geral, decorre da pandemia da Covid-19 e as medidas de isolamento social que vêm sendo tomadas para sua contenção.

Observando o mercado regulado, no qual o atendimento do consumo é feito via distribuidoras de energia, a queda registrada foi de 12%. Já no mercado livre, a retração foi de 10%. Observando o impacto em cada setor dentro do mercado livre, nas indústrias automotiva e têxtil, ambos tiveram queda de 47% no consumo, seguidas pelo setor de serviços, com 38% de retração.

Fonte: Money Times / Reuters.

Regulamentação da Conta Covid será votada na segunda-feira, 15.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) marcou reunião extraordinária para a próxima segunda-feira, 15/6, às 14:30h, com objetivo de votar a proposta final de regulamentação do Decreto 10.350/2020, o qual trata da Conta Covid. Além deste, serão votadas, também, a prorrogação das medidas emergenciais, dentre as quais, a proibição do corte de energia por inadimplência de consumidores residenciais e de serviços públicos essenciais.

A regulamentação proposta define as condições do empréstimo para alívio financeiro às distribuidoras de energia elétrica, além de permitir liquidez ao setor elétrico, já que as distribuidoras são o primeiro elo em sua cadeia de pagamentos. A Conta Covid inclui o cálculo do valor limite da operação financeira que será contratada pela CCEE, o qual deve atingir R$ 16,1 bilhões, caso sejam incluídos R$ 709 milhões destinados à cobertura de revisões tarifárias extraordinárias de distribuidoras privatizadas da Eletrobras.

Fonte: Canal Energia.

Brasil tenta atrair sócio privado para comprar 20% de Angra 3 e desencalhar obras.

O Conselho do Programa de Parceria de Investimentos (CPPI) decidiu pela contratação de um epecista (da sigla, em inglês, EPC – engenharia, gestão de compras e construção) para finalizar a construção da Usina Nuclear de Angra 3.

De acordo com o modelo de negócios, discutido na última reunião do CPPI, realizada no dia 10/6, um sócio privado entraria com cerca de 20% do investimento necessário para a conclusão das obras.

A construção, planejada originalmente nos anos 80 e retomada em 2009, foi paralisada no final de 2015. Agora, a expectativa é de recomeço dos trabalhos ainda neste ano.

Fonte: Money Times / Reuters.

Balanço Energético do Sistema Interligado Nacional (SIN)

ONS continua com a política operativa baseada na utilização dos grandes excedentes energéticos do subsistema Norte para envio aos demais, sobretudo para o Sul, região na qual ainda temos baixos níveis de armazenamento.

A geração eólica segue em bons volumes no Nordeste, representando mais de 50% do atendimento da carga da região.

Balanço energetico; witzler energia; mercado livre de energia; energia eletrica; geração eólica
Figura 1 – Balanço Energético e intercâmbio de energia (Fonte: ONS)
Balanco energetico; wiztler energia; energia eletrica; ons
Figura 2 – Balanço Energético (Fonte:ONS)

Situação Hidrológica do Sistema Interligado Nacional

Níveis de Armazenamento

Os subsistemas Sudeste e Nordeste tiveram queda de 0,7% e 0,9%, respectivamente, nos seus níveis de armazenamento ao longo do mês em curso, condizente com o período seco em ambos.

Houve boa recuperação de nível de armazenamento no Sul. Contudo, o valor está 65,5% abaixo do mesmo período de 2019.

Situação Hidrológica do Sistema Interligado Nacional; hidrologia; energia; mercado livre de energia; Witzler energia.
Figura 3 – Níveis de Armazenamento nos Reservatórios do SIN (Fonte: ONS)
Situação Hidrológica do Sistema Interligado Nacional; hidrologia; energia; mercado livre de energia; Witzler energia; tabela níveis de armazenamento Junho 2020
Tabela 1 – Acompanhamento dos Reservatórios do SIN (Fonte: ONS)
Energia Natural Afluente (ENA)

Interessante notar que o Sudeste, após boa recuperação nas vazões em fevereiro e março, estão perto da trajetória observada em 2018 – ano onde tivemos os menores valores de ENA registrados nos últimos 10 anos entre julho e agosto. No Sul, houve evolução material da ENA, chegando próxima dos 20 GWm no dia de ontem (11/6).

Chuva, Situação Hidrológica do Sistema Interligado Nacional; hidrologia; energia; mercado livre de energia; Witzler energia; meteriologia
Figura 4 – Trajetórias dos níveis de armazenamento por subsistema do SIN. (Fonte: ONS)
Chuva, Situação Hidrológica do Sistema Interligado Nacional; hidrologia; energia; mercado livre de energia; Witzler energia; meteriologia
Tabela 2 – Previsões de Energia Natural Afluente mensais para a RV2 do PMO de junho (Fonte: ONS)

Na Tabela 2, temos as previsões de ENA para a semana operativa de 13 a 19 de junho. Para a próxima semana, apenas tivemos elevação de ENA no Sul. Contudo, como tais previsões foram divulgadas na última terça-feira, dia 09/6, em função do feriado de Corpus Christi, tais previsões não contabilizaram a elevação da ENA do Sul para 20 GWm.

Os Preços de Liquidação de Diferenças (PLD) para a próxima semana operativa são dados na tabela a seguir. Nordeste e Norte seguem com preços mais baixos do que os demais submercado, já que contam com uma condição de armazenamento. Contudo, seus PLDs saíram do mínimo regulatório de R$ 39,68/MWh pela primeira vez desde março deste ano. Isso ocorre porque, com o avanço do período seco destas regiões, deixamos de ter vertimentos turbináveis[1] em tais subsistemas.

PLD; energia; mercado livre de energia; Witzler energia; meteriologia; SIN
Tabela 3 – PLDs para a terceira semana operativa de Junho /2020 (Fonte: CCEE)

[1] Vertimento turbinável corresponde à quantidade de energia que poderia ser gerada em uma usina, porém, por alguma restrição operativa, como limitações de intercâmbio, por exemplo, ela não ocorre. Dessa forma, ao invés de utilizar a água para geração, ou armazená-la no reservatório, ela é simplesmente vertida.

Carga de Energia

O impacto da crise sanitária no consumo de energia tem sido material ao longo do ano, como pode ser visto nos gráficos a seguir. Em função da temperatura mais elevada no início de junho, nota-se uma tendência de elevação na carga do SIN, em comparação com o mês anterior.

Para a semana que vem, o ONS elevou novamente a previsão da carga para o SE/CO em 600 MWm, e do Norte, em torno de 100 MWm.

Carga de Energia; previsão de carga energia; isolamento social; impacto da crise; energia elétrica;
Figura 5 – Acompanhamento da carga nos submercados do SIN. (Fonte: ONS)

Mercado e Preços

Com a oscilação nas previsões das chuvas no Sul para as próximas semanas, tivemos um início de semana com elevação de preços no mercado. Contudo, após a verificação de valores de ENA na ordem de 20 GWm neste subsistema, houve uma retração dos preços, porém, em valores entre R$ 110/MWh e R$ 125/MWh para a maioria dos produtos com vencimento em 2020.

Curva de Preços de para Energia Convencional; Preço energia, Valores energia; Energia convencional
Figura 6 – Curva de Preços de para Energia Convencional. (Fonte: Exponencial Energia)

Para 2021, já notamos uma tendência de elevação nos preços, mas muito, ainda, com base na especulação em cima da atual conjuntura. Já para produtos de mais longo prazo, com início de entrega de 2022 em diante, ainda não notamos uma alteração mais expressiva. Conforme temos reportado, esperamos eventuais variações mais significativas ao longo dos próximos meses, à medida em que nos aproximarmos do próximo período chuvoso.

Curva de Preços para Energia de Fonte Incentivada com 50% de desconto na TUSD/TUST; TUSD; Energia incentivada; energia limpa; preço energia; mercado livre energia
Figura 7 – Curva de Preços para Energia de Fonte Incentivada com 50% de desconto na TUSD/TUST. (Fonte: Exponencial Energia)

Considerações

Uma dificuldade que temos verificado é em relação a assertividade das projeções de chuvas para o Sul. A cada variação, por vezes diárias, nos mapas, há uma resposta do mercado para os preços dos produtos com vencimento dentro do ano em curso.

Notamos, ainda, que os volumes de chuvas das últimas ocorrências foram diferentes das expectativas. Por exemplo, no final de maio, esperava-se um maior volume de precipitações. Tanto que os preços recuaram bastante nas previsões e voltaram a subir dentro da ocorrência efetiva das chuvas. Agora, de fato, tivemos ENA no Sul chegando a 20 GWm.

O mercado vive de volatilidade, e aí é onde estão os grandes ganhos, ou as grandes perdas, dependendo do apetite e controle de risco de cada um.

Entretanto, é importante sempre frisar que, por enquanto, a volatilidade do mercado tem se concentrado mais nos preços com entrega ao longo de 2020, apesar de algum movimento já para produtos de 2021, sem, contudo, um impacto mais sensível nos preços de longo prazo.

Icone | Witzler Energia | Mercado Livre de Energia

Por Witzler | Energia

A Witzler | energia é uma plataforma de soluções energéticas. Temos como objetivo oferecer a solução completa, atuando em toda a cadeia energética, através da prestação de serviços de inteligência, comercialização, geração e soluções em energia.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Gostaria de entender mais a fundo?

Conte com nosso time de profissionais com anos de experiência no mercado de energia. Entre em contato conosco e vamos conversar mais sobre esse assunto

*Campos Obrigatórios