Boletim Mensal de Energia Março 2020


Valores do PLD e Mercado de Longo Prazo

O mês de fevereiro apresentou regularidade no regime de chuvas, impactando diretamente na queda do PLD e consequentemente afetando o Mercado Livre de Energia. A partir da segunda quinzena do mês houve quedas ainda maiores no PLD para os submercados Sudeste/Centro-Oeste e principalmente para o Norte onde o valor se consolidou no piso (valor mínimo que o PLD pode atingir).

A curva abaixo apresenta o comportamento do PLD até a quarta semana operativa de fevereiro, se consolidando no patamar de 143,85 R$/MWh para o submercado Sudeste/Centro-Oeste.

Tabela 1 | PLD referente aos meses de Dez/19, Jan/20 e Fev/20. Fonte: CCEE.

A Figura 1 abaixo apresenta o preço médio da energia incentivada cotada durante as quatro semanas do mês de fevereiro/20, bem como o PLD verificado nesse período. Observa-se um cenário futuro favorável no Mercado Livre de Energia.

Figura 1 | Valores de mercado e PLD de Fev/20.

Carga

A Tabela 2 apresenta a carga para o mês de Fev/20 em comparação com a constatada em Fev/19, traçando um comparativo entre o comportamento dessa grandeza do ano de 2019 com o ano de 2020. Nela observa-se a perspectiva de crescimento de 2,0% do consumo em relação ao ano de 2019.No período de Fev/20, com relação a Fev/19, houve acréscimo de carga em todos os subsistemas sendo mais acentuada nas regiões Sul e Norte, com 3,2% e 3,4% respectivamente, enquanto nas regiões Sudeste/Centro-Oeste e Nordeste o acréscimo verificado foi 1,6% e 1,7% respectivamente.

Tabela 2 | Carga do SIN para o mês de fevereiro/20

Bandeira Tarifária

Após o acionamento de bandeira tarifária verde durante o mês de fevereiro de 2020, a ONS optou por manter a bandeira para verde no mês de março, despachando mais Usinas Hidrelétricas. A bandeira verde não ocasiona em custo adicional na tarifa de energia aos consumidores cativos.

O resultado do quociente entre a Previsão de Geração Hidráulica do MRE (GH pmo) e a Previsão de Garantia Física Sazonalizada (GF sazo), resultou em 0,98. Desta forma, com o PLD no intervalo de 39,68 a 559,75 R$/MWh, a bandeira tarifária resultante do método de acionamento foi a verde.

Hidrologia: Reservatórios e Afluências

Em comparação com o mesmo mês do ano anterior ocorreu aumento de 10% nos níveis de armazenamento.A Figura 2 apresenta os níveis consolidados de armazenamento dos reservatórios nacionais até o fim de Fev/20 (42,8% da Earm máxima), bem como a projeção atualizada para Mar/20 (linha vermelha).

Figura 2 | Níveis de armazenamento em % da Energia Armazenada Máxima e projeção 2020. Fonte: CCEE.

A ENA, Energia Natural Afluente, é a energia gerada a partir da vazão de água de uma determinada bacia ou rio para o reservatório de uma usina hidrelétrica. Na Figura 3 pode-se analisar a comparação entre a projeção e o realizado de ENA em % da MLT (Média de Longo Termo) para Fev/20, além da projeção para Mar/20. Nota-se que o submercado Sudeste/Centro-Oeste destaca-se ao realizar valores acima da projeção.

Meteorologia

As Figuras 4 e 5 apontam, respectivamente, quantidade total de precipitação acumulada ao longo do mês de fevereiro e a anomalia que estes volumes representam quando comparados à climatologia deste período.

Figuras 04 e 05| Precipitação total e anomalia Fev/20.Fonte: https://www.cpc.ncep.noaa.gov/

A tabela abaixo indica valores de ENA Bruta (%MLT) e Volume Útil (%) dos reservatórios para as principias bacias do subsistema SE/CO, para 01FEV e 29FEV:

Tabela 03| Volume Útil e ENA Bruta – principais bacias do subsistema SE/CO – FEV/2020. Fonte: ONS.

O cenário geral do país foi de anomalia negativa do regime de chuvas para o mês de fevereiro, condição que vem se apresentando repetitivamente nos últimos meses, porém para a região do subsistema SE/CO a anomalia foi positiva. O mês de fevereiro foi um período mais úmido para o subsistema SE/CO, desta forma, os volumes acumulados nesse período foram maiores que a média climatológica esperada e refletem no aumento do volume útil para os reservatórios, exceto pelo reservatório de Capivara onde o volume útil diminuiu. Chuvas pontualmente intensas no país durante o mês de fevereiro contribuíram com aumento de ENA Bruta para todas as bacias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostaria de entender mais a fundo?

Conte com nosso time de profissionais com anos de experiência no mercado de energia. Entre em contato conosco e vamos conversar mais sobre esse assunto